Lilypie Kids Birthday tickers

 

Sábado, 16 de Maio de 2009

Uma manhã perfeitamente normal...

Acordo, sempre a resmungar. A mamã ou o papá sobem a persiana do meu quarto.

Nunca quero sair da cama.

A mamã ou o papá têm que me limpar os olhos com um pano molhado para eu os conseguir abrir.

Já fora da cama, não me quero deitar para tirar a fralda. Tento resistir.

Já sem fralda, não quero vestir as cuecas, porque isto.

Depois não quero as meias nem as calças porque aquilo.

E a camisola também não quero porque aperta na cabeça (nem que seja um pólo ou uma blusa ou tenha uma gola do tamanho do mundo).

A mamã penteia-me o cabelo com o pente x ou a escova y e dói-me sempre imenso, dado o nível de choraminguice com que falo durante e após esse período.

Às vezes, quero fazer chichi antes de tomar o pequeno-almoço.

Chego ao WC, sento-me e depois já não me apetece. Às vezes volto a ter vontade e deixo de ter logo em seguida. Uma vez ou outra faço mesmo xixi. Num dia bom até faço cocó.

Vou tomar o leite. Tomo-o sempre de pé, com o assento da cadeira a fazer de mesa (é assim que eu gosto).

Há dias em que quero leite com chocolate, há outros que quero sem chocolate, há outros ainda que quero molhar bolachas no leite. E depois há dias em que não sei o que quero ou quero uma coisa diferente a cada 10 segundos.

Se não fiz chichi antes de tomar o leite, vou fazer no final. Chego ao WC e o filme já descrito repete-se.

Chegou a hora de sair de casa. Tenho que vestir o casaco porque está frio, está fresco ou está a chover. Mas não quero e berro como se não houvesse amanhã. Às vezes não berro, só choro. Mas há dias em que não berro nem choro, só aumento o meu nível de choraminguice e fico chata até não poder mais.

A mamã ou o papá estão super atrasados e já não têm mais tempo para as minhas indecisões. Aí, sou praticamente arrastada até ao elevador e consequentemente até ao carro.

A viagem é feita a chorar gritar e a mamã ou o papá tentam ignorar-me. Pena para eles que não têm phones no carro...

Chego à escola e normalmente acabam-se as birras.

E o meu dia começa.

 

publicado por princesa_beatriz às 11:10
link do post | deixe um miminho
1 comentário:
De Joana de Miranda a 16 de Maio de 2009 às 13:11
Isto de ser pai tem muito que se lhe diga! É preciso ter uma paciência!!!!! Eu nem digo nada!
Agora opto por dizer "Chau, vou-me embora!" E ele lá vem atrás de mim... Quando calha, e não tenho que voltar para trás para o ir buscar!
Um beijinho.

Comentar post

 

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

© Princesa Beatriz | 2007

 

online

 

mais sobre mim

pesquisar

 

Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

 


 

sites que visito

aventuras recentes

TPC: o leite

Dizer a morada

Verão ou Outono? Eis a qu...

Manuais escolares

Dentes a cair - parte II

Estrunfes e Smurfs

Regresso às aulas

Dentes a abanar - parte I...

Dia Mundial da Fotografia

Dentes a cair - parte I

outras aventuras

tags

todas as tags

Web Page Traffic Counters

 

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa